Notícias

estou no momento em: Skip Navigation Links
14/07/2017

Morar Bem, Viver Melhor entrega 300 moradias em Engenheiro Coelho

 
O Morar Bem, Viver Melhor entregou nesta sexta-feira (14/7) 300 moradias para famílias de baixa renda de Engenheiro Coelho, na região de Campinas. As unidades do Residencial Sonho Meu II são resultado de uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Casa Paulista, e o programa federal Minha Casa Minha Vida. Do total de moradias, oito são destinadas para famílias removidas da área de risco Bode Branco, 13 para pessoas com deficiência e as restantes foram sorteadas. 

"A parceria da Secretária de Habitação com o Governo Federal, por meio do Programa Casa Paulista, resultou neste momento muito importante para essas 300 famílias de Engenheiro Coelho, que vão pagar de R$ 80 a R$ 270 de prestação", disse o gerente regional da CDHU em Campinas, Vitório Bando. 

O investimento total nos 300 apartamentos é de R$ 25,8 milhões, dos quais R$ 3 milhões são oriundos do Estado, a fundo perdido, e R$ 22,8 milhões da União. Os recursos são repassados pelo governo paulista para o Banco do Brasil, agente financeiro responsável pela contratação de empresas, supervisão de obras e financiamento do empreendimento. O agente promotor é a construtora Habit Empreendimentos Imobiliários. 

“Um prefeito sozinho não consegue resolver os problemas de um município. Este empreendimento segue a mesma receita. Com as parcerias com o governo federal, a instituição financeira e a Agência Casa Paulista, conseguimos viabilizar este residencial que ficará na história de Engenheiro Coelho e no coração de todos nós”, afirmou o prefeito da cidade, Pedro Franco. 

Os apartamentos, em 15 blocos, são destinados às famílias com renda mensal de até R$ 1.800, público alvo do programa da agência Casa Paulista.  Os beneficiados, que não podem ter participado anteriormente de nenhum programa habitacional, terão 120 meses para a quitação do imóvel. O Governo do Estado está aplicando, a fundo perdido, R$ 10 mil por moradia. O empreendimento irá beneficiar 1.200 pessoas. 

As novas unidades respeitam e incorporaram as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade da Secretaria de Estado da Habitação, com dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço, piso cerâmico em todos os cômodos, azulejos nas paredes da cozinha e do banheiro, medição individualizada de água, acessibilidade, entre outras melhorias. 

O condomínio conta com completa infraestrutura urbana, pavimentação, paisagismo, iluminação pública e redes de água, esgoto e elétrica, quadra poliesportiva, playground, área de lazer, centro comunitário, espaço para estacionamento e portaria. 
 

O Programa Casa Paulista, da Secretaria de Estado da Habitação, literalmente uniu a família do Jair Ferreira, de 36 anos, e Adriana Silva dos Santos, de 35 anos. Casados há sete anos e pais do Vitor, de seis, e da Catlleya, de um aninho, eles mantinham um relacionamento praticamente à distância. "Há tempos a nossa vida é assim: eu morando em São Paulo com meus pais e o Jair aqui em Engenheiro Coelho, sempre naquela correria de viajar pra cá. Uma loucura. E, hoje, está sendo um dia especial. Eu não vou precisar ficar mais indo e vindo e os meus filhos vão ficar definitivamente ao lado do pai. Realizamos o maior sonho que uma família deseja. Ter a chave da própria casa", relatou Adriana. Eles vão morar no 5° andar do Bloco 15, do Residencial Engenheiro Coelho, composto por 300 apartamentos.

De acordo com estudo realizado pela CDHU, são criados 14,5 empregos diretos a cada R$ 1 milhão investido em construção residencial, o que equivale a 374 empregos diretos criados por esta obra. 

Desde 2011, foram 29.938 moradias populares entregues na região de Campinas, por meio da CDHU e do programa Casa Paulista. E outras 7.099 habitações de interesse social estão sendo construídas. 

Casa Paulista 
A Agência Casa Paulista foi criada em setembro de 2011 pelo Governo do Estado de São Paulo para fomentar a habitação de interesse popular e acelerar o atendimento à demanda habitacional em território paulista. Classificada como marco substancial de mudança na política habitacional em São Paulo, estabelece parcerias, capta recursos junto a governos, agentes financeiros e iniciativa privada e destina subsídios e microcréditos para viabilizar ou melhorar as condições de moradias para famílias de baixa renda, especialmente entre um a cinco salários mínimos. 

No dia 12 de janeiro de 2012, o Governo do Estado selou parceria com o Governo Federal para a viabilização de mais 100 mil novas moradias no estado paulista, meta superada em dezembro de 2014. A parceria é executada pela Casa Paulista e pelo Programa Minha Casa, Minha Vida. Os agentes financeiros executores são a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. 

Morar Bem, Viver Melhor 
O Morar Bem, Viver Melhor é a Política Habitacional do Estado de São Paulo. Reúne todas as ações e investimentos da Secretaria de Estado da Habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente, inovações e qualidade de vida para as famílias atendidas.? 
Compartilhar
Imprimir conteúdoimprimindo Google +no Google + Twitterno Twitter Facebookno Facebook