Notícias

estou no momento em: Skip Navigation Links
08/06/2017

PPP da Habitação é apresentada pelo secretário no Fórum Exame

Edson Lopes Júnior

O secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia, apresentou nesta quinta-feira (8/6) as PPPs – Parcerias Público-Privadas da Habitação do Governo do Estado, durante o Fórum Exame Concessões e PPPs 2017. Atualmente, estão em andamento as PPPs do Centro da Capital, que tem obras em andamento, e a da Nova Cidade Albor, que está com concorrência internacional aberta. “Pensar nessas obras no cenário econômico-financeiro atual seria impossível. Por isso, optamos por realizá-las por meio de parcerias público-privadas”, disse o secretário Rodrigo Garcia.

A PPP da Habitação do Centro da Capital prevê a construção de 3.683 moradias. São 2.260 unidades de habitações de interesse social, voltadas a famílias com renda mensal de um a cinco salários mínimos paulistas, com subsídio estadual, e outras 1.423 habitações de mercado popular, destinadas a famílias com renda entre seis e dez salários mínimos paulistas e sem subsídio estadual.

Os primeiros 126 apartamentos foram entregues na rua São Caetano em dezembro do ano passado. Estão em obras 1.202 moradias do Complexo Júlio Prestes, no terreno da antiga rodoviária da Capital, e 91 unidades estão em construção na alameda Glete, que serão entregues até o final do ano.

“Nós estamos aproveitando uma parte das ações da PPP do Centro para a revitalização da chamada Cracolândia. O Complexo Júlio Prestes é a primeira obra aprovada nos últimos 30 anos em frente à Sala São Paulo. Por isso, passou pelo Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo) e Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico)”, afirmou.

Além disso, estão em elaboração os projetos de 440 apartamentos que serão construídos em terrenos municipais na rua dos Gusmões e que foram repassados para o Governo do Estado no mês passado. “Nós também temos uma segunda licitação aberta, em uma área na região metropolitana de São Paulo. Esta será praticamente uma nova cidade”, disse.

Foi lançado no mês passado o edital da concorrência internacional da PPP Nova Cidade Albor, que irá construir 13,1 mil moradias entre Guarulhos, Arujá e Itaquaquecetuba, na região metropolitana de São Paulo. A iniciativa urbanizará 1,7 milhão de m² da antiga Fazenda Albor e terá cerca de 39 mil moradores, uma população maior que a de 481 municípios paulistas.

O Fórum Exame Concessões e PPPs 2017 foi organizado pela revista Exame e pela empresa Hiria na Capital.

Morar Bem, Viver Melhor
O Morar Bem, Viver Melhor é a Política Habitacional do Estado de São Paulo. Reúne todas as ações e investimentos da Secretaria de Estado da Habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente, inovações e qualidade de vida para as famílias atendidas.

Compartilhar
Imprimir conteúdoimprimindo Google +no Google + Twitterno Twitter Facebookno Facebook