Notícias

estou no momento em: Skip Navigation Links
14/11/2017

2º Feirão Morar Bem, Viver Melhor concede R$ 17,9 mi em Cheque-Moradia

A segunda edição do 2º Feirão Morar Bem, Viver Melhor, que aconteceu nos dias 20, 21 e 22 de outubro, no São Paulo Expo, recebeu um público de 7.836 pessoas. No total, foram emitidos 784 cheques-moradia, sendo 423 para imóveis na Capital, 211 na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), 130 no interior e 20 no litoral. O evento foi organizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Habitação, em parceria com Secovi-SP (Sindicato da Habitação), SindusCon-SP (Sindicato da Construção) e Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias). Foram 23 incorporadoras presentes no evento e mais de 25 mil imóveis ofertados em aproximadamente 40 municípios do Estado. 

Dos cheques emitidos, 757 foram para servidores públicos estaduais, sendo 379 (50,07%) destes para funcionários da área da Educação, 152 (20,08%) da Saúde, 149 (19,68%) da Segurança e 77 (10,17%) de outras áreas. Outros 27 cheques foram emitidos para beneficiários do auxílio-moradia que disseram adeus ao aluguel. 

O Feirão é um evento de apoio ao crédito habitacional que oferece condições para que mais famílias de baixa renda realizem o sonho da casa própria. Além disso, direciona estoques de unidades habitacionais, que se acumularam durante a atual crise econômica, e contribui para a retomada do crescimento do setor imobiliário e para a geração de empregos.  

“Na tentativa de buscar alternativas para a política habitacional do Estado de São Paulo, o Governador Geraldo Alckmin nos determinou a usar a criatividade e a inovação para que, mesmo com poucos recursos, pudéssemos ativar a economia da construção civil e ajudar aqueles que não têm imóvel a adquirir a sua casa própria. Então nós sentamos com as entidades, criamos o Cheque-Moradia, lançamos no ano passado e, em decorrência do sucesso, repetimos neste ano”, disse o Secretário da Habitação de São Paulo, Rodrigo Garcia.

 Sobre o Cheque-Moradia 
O Cheque-Moradia tem como objetivo subsidiar a compra do primeiro imóvel para funcionários públicos estaduais, ativos e inativos, dos poderes Executivo, Legislativo ou Judiciário, com renda familiar bruta de até R$ 5.280, e os beneficiários do auxílio-moradia que recebem até R$ 400 por mês. Os valores foram acordados baseados nas rendas familiares mensais e nas regiões do Estado em que estão localizados os imóveis, podendo alcançar R$ 40 mil. Os subsídios só puderam ser utilizados durante o Feirão e o interessado (ou demais membros da família que compunham a renda familiar) não podia ser proprietário de imóvel residencial ou ter recebido atendimento habitacional anterior.  

O recurso tem validade de 90 dias, prazo estimado para viabilizar as contratações iniciadas durante o 2º Feirão e assinatura de contrato de financiamento habitacional com a Caixa Econômica Federal. Os subsídios do cheque são cumulativos com os subsídios federais.

Compartilhar
Imprimir conteúdoimprimindo Google +no Google + Twitterno Twitter Facebookno Facebook