Notícias

estou no momento em: Skip Navigation Links
09/10/2017

Startups trarão soluções para mutuários da CDHU

O governador Geraldo Alckmin anunciou recentemente a segunda edição do Pitch Gov.SP. A iniciativa aproxima mais uma vez Governo do Estado e startups, na busca de soluções inovadoras para os desafios da administração pública, melhorando os serviços ao cidadão.

Neste ano da parceria com a Associação Brasileira de Startups, os participantes terão dois desafios na área da Habitação. Uma delas é oferecer aos mutuários da CDHU - Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano, braço operacional da Secretaria de Estado da Habitação, informações sobre os serviços da sua região e a sua situação contratual; e estabelecer uma rede de relacionamento para auxiliar gestores condominiais da CDHU a adotar boas práticas e estimular novas iniciativas de gestão e sustentabilidade.

“Lançamos o Pitch Gov.SP 2.0 para atender 42 desafios em oito áreas. Queremos boas ideias. Venham trazer suas propostas”, convidou o governador. Além de Habitação, a iniciativa também traz novidades e desafios em sete áreas para melhoria dos serviços públicos.

Uma grande novidade dessa 2ª edição do Pitch Gov.SP é a parceria com a Fapesp - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, que disponibilizará, por meio do Programa Parceria para Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas, até R$ 10 milhões para apoiar startups interessadas em testar a viabilidade tecnológica de um produto, processo ou serviço inovador ou desenvolver pesquisas relacionadas aos desafios da administração públicas propostos pelo Governo do Estado de São Paulo. “São R$ 200 mil iniciais por empresa”, informa Alckmin.

“O Pitch Gov.SP mostrou que parcerias com startups e a incorporação das soluções desenvolvidas por elas para solucionar desafios do Poder Público podem gerar impacto positivo para a população”, afirma Karla Bertocco, subsecretária de Parcerias e Inovação do Estado de São Paulo.

Em sua primeira edição, em 2015, o Governo assinou convênio com 10 startups que testaram soluções nas áreas de saúde, educação e facilidades ao cidadão. Ao mesmo tempo em que o Governo se abre a essas inovações, melhorando o serviço à população, estimula novos empreendedores, fortalecendo esse setor da economia. Esse é primeiro programa do gênero na América Latina, e posiciona São Paulo como um dos Estados mais inovadores, seguindo os pioneiros no relacionamento com startups, como diversos Estados norte-americanos e também o Reino Unido.

Houve também um workshop de lançamento do Pitch Gov.SP 2.0, em parceria com o Sebrae, no dia 28 de setembro, na Escola de Negócios Sebrae, nos Campos Elísios, Capital. Foram apresentados o programa, dicas sobre o edital, processo de inscrição, modelos de negócios e uma sessão dedicada a perguntas e respostas dos interessados. 

Desafios
Assim como na primeira edição, o Governo do Estado apresenta novos desafios para que as startups inscrevam projetos que ajudem a melhorar o serviço público daquela área. Neste ano, as soluções deverão atender as áreas de Educação, Estatística e Análise de Dados, Finanças Públicas, Habitação, Saneamento e Energia, Saúde, Transparência e Transportes. Deverão ser selecionadas 16 startups para desenvolver soluções que possam resolver problemas destes setores.

As inscrições começaram no último dia 15 de setembro. As propostas poderão ser inscritas até o dia 15 de outubro pelo site: www.pitchgov.sp.gov.br/, incluindo as informações da empresa, sua equipe, qual é a solução proposta, para qual desafio ela se aplica e os benefícios esperados na implementação da solução entre o Governo e a startup. As vitoriosas serão apresentadas no dia 27 de outubro, no CASE - Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo, maior evento do tipo da América Latina, realizado pela ABStartups.

Desde 15 de setembro, as empresas interessadas podem também apresentar projetos ao Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas da FAPESP. O prazo encerra no dia 4 de dezembro de 2017. A submissão deve ser feita por meio do Sistema de Apoio à Gestão, no endereço www.fapesp.br/sage.

Os desafios serão focados na área de Saúde e poderão ser enviadas propostas por empresas de pequeno porte, até 250 funcionários, que tenham sua área de pesquisa em São Paulo. Um edital separado será lançado, elencando os desafios e buscando empresas que possam solucioná-los. Qualquer dúvida, basta entrar em contato com o e-mail chamada_pitchgov@fapesp.br. Mais informações sobre a chamada de proposta estão disponíveis no endereço www.fapesp.br/11243. Os resultados serão anunciados em 24 de maio de 2018.

No dia 9 de novembro, será realizado um evento no Palácio dos Bandeirantes, onde 16 startups selecionadas apresentarão suas soluções a uma banca de líderes da gestão pública, investidores e empreendedores de renome. Seguem alguns exemplos de desafios que deverão ser apresentados:

Educação - Como melhorar as atividades de reforço e recuperação nas escolas, por meio do uso de tecnologia?

Em relação às Escolas e Faculdades Técnicas (Etec/Fatec) - Como melhor acompanhar o desenvolvimento e progresso de um aluno egresso durante o seu primeiro emprego?

Finanças - Como a Secretaria da Fazenda de São Paulo pode reduzir a sonegação de imposto, de forma a garantir uma arrecadação constante e, consequentemente, a qualidade da prestação dos serviços públicos, com melhor uso das informações disponíveis?

Habitação - Como prover aos beneficiários dos programas da CDHU informações sobre os serviços urbanos da localidade em que se inserem e da sua situação contratual?

Saneamento e energia - Como fomentar o desenvolvimento sustentável, por meio da autogeração de energia, reuso de água e reciclagem de resíduos?

Saúde - Como diminuir o número de abstenções em consultas ou procedimentos agendados?

Transparência - Como automatizar a análise dos itens necessários e do check-list adotada pela CGA para verificação de procedimentos licitatórios?

Transporte - Como engajar a sociedade em prol de um trânsito mais seguro?

Vejam todos os desafios neste link: www.pitchgov.sp.gov.br

Experiências com o Pitch Gov.SP
Uma das parcerias do Governo foi com a GetNinjas, maior plataforma brasileira de serviços on-line, que tem ajudado alunos formados nos cursos de moda, beleza e construção civil, do Fundo Social de Solidariedade, por meio do programa Escola de Qualificação Profissional, a ingressar no mercado de trabalho.

A startup desenvolveu uma plataforma de contratação on-line que permite aos alunos divulgar seus serviços. Com mais de 120 mil profissionais cadastrados, o profissional escolhido recebe uma notificação por mensagens de texto (SMS) e e-mail, com descrição do serviço e o contato do cliente.

Já a parceria com a Nama, startup especializada em inteligência artificial, implantou um robô para otimizar os agendamentos do Poupatempo de todo o Estado. Chamado de Poupinha, a tecnologia simplificou os primeiros atendimentos ao cidadão, permitindo realizar agendamentos para as unidades e tirar dúvidas on-line.

Em oito meses em operação, o Poupinha trocou mais de 36 milhões de mensagens. O robozinho virtual tem ajudado a acabar com as filas, permitindo aproveitar melhor a capacidade dos postos, evitando aglomerações nos horários de pico ou ociosidade de pessoal em outros horários. Atendendo uma média de 13 mil cidadãos por dia, o Poupinha já concluiu com sucesso mais de 1,2 milhão de agendamentos e está disponível para ajudar os usuários do Poupatempo no portal poupatempo.sp.gov.br ou pelo Messenger, no Facebook. Pela naturalidade do serviço, mais de 146 mil pessoas terminaram seus chats com um “obrigado”, “Deus abençoe”.

Outra solução testada com grandes resultados, a partir do programa, veio da parceria entre o Centro Paula Souza e a ClassApp. O aplicativo facilita e integra a comunicação entre escola, pais e alunos, garantindo maior agilidade e engajamento. Os testes foram realizados em nove Escolas Técnicas do Centro Paula Souza, com mais de cinco mil usuários frequentes e mais de duas mil conversas, além de respostas positivas de pais, alunos, diretores e professores.

Compartilhar
Imprimir conteúdoimprimindo Google +no Google + Twitterno Twitter Facebookno Facebook