Notícias

estou no momento em: Skip Navigation Links
06/09/2017

Morar Bem, Viver Melhor sorteia 114 casas em Itaju

JMPereira

O Morar Bem, Viver Melhor sorteou nesta quarta-feira (6/9) os inscritos para 114 casas em Itaju, na região Administrativa de Bauru. O evento aconteceu no Ginásio de Esportes Dener Bazza, no Centro da cidade. O Conjunto Habitacional Itaju C, que está sendo construído pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), tem investimento de R$ 10,6 milhões. 

“Sair do aluguel de R$ 600 para pagar R$ 140 numa casa nossa vai ser a maior mudança de todas. Agora vamos poder melhorar a vida dos nossos cinco filhos. A gente mudou de vida, agora é outro patamar”, afirmou Odacir Nascimento de Souza, de 35 anos, casado com Atalie Cristina Ribeiro Lopes de Souza, 31 anos. 

Das 114 moradias populares, oito (7%) são destinadas a pessoas com deficiência, seis (5%) a idosos, cinco (4%) para policiais e agentes penitenciários. As demais unidades são sorteadas entre a população geral inscrita, sendo uma para pessoas que vivem sozinhas. As inscrições foram realizadas nos dias 11 de agosto desse ano. 

“A previsão é que metade dessas casas sejam entregues até o final deste ano e metade para o ano que vem. As primeiras 55 famílias sorteadas já deverão passar o Natal nessas casas novas”, disse o coordenador do Cidade Legal, que participou do sorteio. 

As famílias sorteadas serão convocadas para o processo de habilitação que acontecerá no dia 19 de setembro. Na ocasião, deverão comprovar os requisitos exigidos para participar do programa habitacional. É preciso ter renda entre um e dez salários mínimos, morar no município há pelo menos cinco anos ou atestar que o chefe da família trabalha em Itaju no mínimo pelo mesmo período, não possuir imóvel ou financiamento habitacional e não ter sido atendido em outros programas habitacionais de interesse social. Os idosos precisam ter idade mínima de 60 anos e indivíduos sozinhos, 30 anos ou mais. 

“Eu sei que não vamos solucionar o problema de todos, mas com certeza vamos minimizá-lo com o sorteio de hoje. Isso é resultado do trabalho se todos. É um dia de muita realização”, afirmou o prefeito de Itaju, José Luis Furcin. 

O residencial terá 114 unidades de dois dormitórios, com 56,67 m² de área construída, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, e está sendo edificado na rua Angelo de Vitto. O prazo de financiamento das moradias será de até 30 anos e as prestações receberão subsídio do Governo do Estado, sendo calculadas de acordo com a renda familiar. Assim, famílias que ganham entre um e três salários mínimos pagarão o equivalente a 15% dos rendimentos. 

O residencial incorpora as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade da Secretaria de Estado da Habitação e será entregue com infraestrutura completa, pavimentação, paisagismo, redes de água, esgoto e elétrica, sistema de drenagem e iluminação pública. As casas terão sistema hidráulico preparado para receber aquecedores solares para água do chuveiro. 

De acordo com estudo realizado pela CDHU, são criados 14,5 empregos diretos a cada R$ 1 milhão investido em construção residencial, o que equivale a 153 empregos diretos criados pela obra. Desde 2011, a região de Bauru recebeu 4.205 moradias populares, por meio da CDHU e do programa Casa Paulista. Além disso, há 915 habitações de interesse social em construção. 

Morar Bem, Viver Melhor 
O Morar Bem, Viver Melhor é a Política Habitacional do Estado de São Paulo. Reúne todas as ações e investimentos da Secretaria de Estado da Habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente, inovações e qualidade de vida para as famílias atendidas.

Compartilhar
Imprimir conteúdoimprimindo Google +no Google + Twitterno Twitter Facebookno Facebook